França prende homem que invadiu consulado do Irã em Paris

Arquivado em:
Publicado Sexta, 19 de Abril de 2024 às 11:39, por: CdB

Indivíduo foi identificado como um cidadão franco-iraniano de 60 anos, ele carregava granadas falsas, policiais foram enviados ao local e isolaram a área próxima ao consulado do Irã depois de uma denúncia.


Por Redação, com Poder360 - de Paris


Policiais em Paris, na França, prenderam um homem nesta sexta-feira depois que ele tentou invadir o consulado do Irã na capital francesa.




paris.png
Carros da polícia de Paris e da BRI (sigla em francês para Brigada de Investigação e Intervenção), da Polícia Nacional Francesa

Segundo informações do jornal Le Fígaro, uma testemunha viu o indivíduo entrar da sede diplomática, localizada na Rue Fresnel, por volta das 11h no horário local (6h no horário de Brasília), carregando o que parecia ser uma granada ou um colete explosivo.


Agentes de segurança da BRI (sigla em francês para Brigada de Investigação e Intervenção), da Polícia Nacional Francesa, foram enviados ao local e isolaram a área.


Conforme o Le Monde, o homem foi identificado pela polícia como Nicolas., um cidadão franco-iraniano de 60 anos. Depois de ser detido, ele foi revistado e os policiais disseram que ele não carregava nenhum explosivo e não era conhecido pelas agências de vigilância do país.



Homem usava um colete tático


O jornal francês noticiou que o homem usava um colete tático e carregava granadas falsas. Também disse que ele já havia sido preso em 11 de setembro de 2023 por queimar um pneu em frente ao consulado iraniano.


Ainda não há informações se o episódio está ligado ao aumento das tensões entre Israel e Irã. Na noite de quinta-feira, as forças israelenses lançaram ataques contra o Irã em resposta à ofensiva iraniana realizada em 13 de abril.


Autoridades mundiais reagiram nesta sexta-feira às investidas e pediram “contenção”. Um alto funcionário iraniano disse a Reuters que o Irã não tem planos de retaliar Israel imediatamente.




Edições digital e impressa

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias. Ao continuar navegando você concorda com nossa política de privacidade.

Concordo