Ações de promoção da saúde no Rio marcam o Dia Mundial sem Tabaco

Arquivado em:
Publicado Quarta, 31 de Maio de 2023 às 14:23, por: CdB

As ações da SMS neste Dia Mundial sem Tabaco têm a proposta de chamar a atenção da população para os riscos individuais e coletivos causados pelo consumo de todos os derivados do tabaco: cigarros, cachimbos, charutos, narguilé, tabaco de enrolar e todos os tipos de dispositivos eletrônicos.


Por Redação, com ACS - de Rio de Janeiro


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove, nesta quarta-feira, Dia Mundial sem Tabaco, uma série de atividades de promoção da saúde alertando sobre os malefícios do fumo. As ações acontecem nas unidades de Atenção Primária (clínica da família e centros municipais de saúde), que oferecem regularmente tratamento para auxiliar os usuários a deixarem de fumar. Já na Praça da Cruz Vermelha aconteceu, das 10h às 14h, em parceria com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a Secretaria de Estado de Saúde e outras instituições, uma grande mobilização para sensibilização do tabagista e lançamento das campanhas “Precisamos de comida, não tabaco” e “O tabaco acaba com o seu futuro e o do planeta”.




cigarro.jpeg
Ações de promoção da saúde em clínicas da família e na Praça da Cruz Vermelha marcam o Dia Mundial sem Tabaco

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, o tabaco e seus derivados matam cerca de oito milhões de pessoas no mundo todos os anos. Dados do INCA, a partir de análise da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019, mostram que os fumantes brasileiros destinam, em média, 8% da renda familiar per capita mensal para a compra de cigarros industrializados.


Além dos prejuízos à saúde e financeiros, o cigarro afeta o meio ambiente: cerca de 4,5 trilhões de guimbas são espalhadas em todo o mundo, gerando 760 mil toneladas de lixo tóxico, incluindo arsênio, chumbo, nicotina e formaldeído; além disso, a fumaça do tabaco contém dióxido de carbono, metano e óxidos nitrosos, contribuindo para os níveis de poluição do ar nas cidades.



Atenção da população para os riscos


As ações da SMS neste Dia Mundial sem Tabaco têm a proposta de chamar a atenção da população para os riscos individuais e coletivos causados pelo consumo de todos os derivados do tabaco: cigarros, cachimbos, charutos, narguilé, tabaco de enrolar e todos os tipos de dispositivos eletrônicos. Para tanto, na Praça da Cruz Vermelha, várias atividades serão realizadas ao longo da manhã pelo Programa do Tabagismo do município, como teste de dependência (fagerstrom), orientação e encaminhamento para tratamento, demonstração da boneca Altina, cujo “pulmão” fica sujo à medida que fuma, além de distribuição de material informativo.


Participam ainda da ação a Gerência de Práticas Integrativas e Complementares (PICS), apresentando como a auriculoterapia traz benefícios para o tratamento de fumantes; a Coordenação da Saúde Bucal em parceria com CRO, UFRJ, UERJ, informando ao público que o uso do tabaco é a primeira causa do câncer de boca, seguido pela ingestão de álcool e infecção pelo vírus HPV; a equipe do Consultório na Rua, dando assistência à população em situação de rua que circula pelo território; e o IVISA-Rio, visitando e orientando estabelecimentos pela região sobre a proibição de fumo em espaços coletivos fechados. Também haverá vacinação na praça contra a covid-19 e a influenza e apresentação cultural do grupo “Chegando de surpresa”, da Comlurb.



Edições digital e impressa

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias. Ao continuar navegando você concorda com nossa política de privacidade.

Concordo