Publicações arquivadas em marquês de sapucaí

Encerrados os desfiles na Sapucaí, escolas aguardam os votos dos jurados

Publicado em: Terça, 13 de Fevereiro de 2024 às 16:03
Os destaque ficaram mesmo para os enredos, que homenageiam personalidades e histórias da população afro-brasileira, como a cantora Alcione (Mangueira), o livro ‘Um Defeito de Cor’ (Portela), o almirante negro João Cândido (Tuiuti) e divindades africanas (Viradouro).

Marquês de Sapucaí recebe as escolas de samba do Grupo Especial

Publicado em: Domingo, 11 de Fevereiro de 2024 às 17:10
Na sexta-feira e neste sábado, as escolas da Série Ouro do carnaval carioca (antigo Grupo de Acesso), que buscam uma vaga no grupo especial do próximo ano, desfilaram pela Marquês de Sapucaí.

Liesa sorteia ordem do desfile das escolas de samba na Marquês de Sapucaí

Publicado em: Quarta, 21 de Junho de 2023 às 14:14
Duas escolas já tinham posições definidas no desfile do carnaval de 2024. A atual campeã da Série Ouro, Porto da Pedra, iniciará as apresentações no domingo. Isso porque o regulamento determina que a escola que veio do acesso abre o desfile no domingo.

Reciclagem de latas na Marquês de Sapucaí entra para o Guinness

Publicado em: Domingo, 26 de Fevereiro de 2023 às 13:15
Durante os dois dias de desfile foram coletadas quase 10 toneladas de latinhas de alumínio. A coleta ocorreu entre os dias 17, 20 e 25 de fevereiro, no maior carnaval do mundo, que se insere agora no contexto mundial como referência em evento sustentável.

Imperatriz e Viradouro brilham na avenida e saem como favoritas

Publicado em: Terça, 21 de Fevereiro de 2023 às 09:40
As duas agremiações se unem à Mangueira, favorita do primeiro dia na disputa do título. A vencedora será conhecida na apuração desta quarta-feira de cinzas. Abrindo a noite, a Paraíso do Tuiuti levou carros luxuosos marca da carnavalesca Rosa Magalhães.

Acidente grave marca o retorno do carnaval à Marquês de Sapucaí

Publicado em: Quinta, 21 de Abril de 2022 às 12:14
A reabertura do Sambódromo ficou por conta da Em Cima da Hora, escola do bairro de Cavalcanti, no subúrbio carioca, que já entrou na avenida com um atraso de mais de 40 minutos. Com cerca de 1,8 mil componentes, divididos em 23 alas, reeditou seu enredo de 1984 sobre o trem 33, que saía de Japeri rumo à Central do Brasil.
Edição digital

 

 

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias. Ao continuar navegando você concorda com nossa política de privacidade.

Concordo