Polícia prende quadrilha acusada de aplicar golpe do falso empréstimo no Rio

Arquivado em:
Publicado Quarta, 13 de Dezembro de 2023 às 14:48, por: CdB

De acordo com as investigações, o grupo se passava por correspondente de instituições oficiais e oferecia transações fraudulentas. Das pessoas conduzidas à delegacia, cinco foram presas por associação criminosa.


Por Redação, com ACS - de Rio de Janeiro


Policiais civis da Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (Deapti) prenderam em flagrante, na terça-feira, cinco integrantes de uma quadrilha envolvida no golpe do falso empréstimo consignado. Eles foram detidos em um call center clandestino, no Centro do Rio.




policiario.jpeg
Quadrilha acusada de aplicar golpe do falso empréstimo é presa no Centro do Rio

De acordo com as investigações, o grupo se passava por correspondente de instituições oficiais e oferecia transações fraudulentas. Das pessoas conduzidas à delegacia, cinco foram presas por associação criminosa.


O local foi fechado pelos agentes e computadores foram apreendidos.



Homem é preso por receptação de veículos


Policiais civis da 128ª DP (Rio das Ostras) prenderam um homem em flagrante, na terça-feira, por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo. A ação é resultado de investigação contra furtos e roubos de automóveis.


De acordo com os agentes, durante vistoria em um ferro-velho, localizado no bairro Vila Verde, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos, foram localizados três veículos com os chassis adulterados e diversas peças sem procedência comprovada. Os policiais também encontraram dezenas de motores e peças de veículos em um imóvel próximo.


O responsável pelo estabelecimento não apresentou documentação da aquisição dos automóveis e foi preso em flagrante.



Mulher que incendiou e matou o marido é presa


Policiais civis da 38ª DP (Brás de Pina) prenderam, na segunda-feira, uma mulher acusada de incendiar e provocar a morte do marido. Ela foi capturada no bairro Jardim América, na Zona Norte, após trabalho de inteligência e monitoramento.


Segundo as investigações, a mulher derramou um líquido inflamável na vítima e colocou fogo, na noite do dia 3 deste mês. O homem comia um cachorro-quente quando foi atingido pelas chamas. Ele correu em direção ao banheiro da casa e entrou embaixo do chuveiro para apagar o fogo.


Após registro do fato, os agentes começaram as investigações e identificaram a autora do crime. A equipe da 38ª DP apurou que o casal mantinha um relacionamento há mais de 30 anos e, de acordo com testemunhas, discutia frequentemente por causa de ciúmes. A acusada declarou que perdeu a cabeça e queria apenas dar um “susto” em seu marido.


Contra ela foi cumprido um mandado de prisão temporária.




Edição digital

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias. Ao continuar navegando você concorda com nossa política de privacidade.

Concordo