Lula busca o entendimento entre Guiana e Venezuela

Arquivado em:
Publicado Domingo, 03 de Dezembro de 2023 às 16:06, por: CdB

"Conversei por telefone com o presidente da Guiana duas vezes. O Celso (Amorim, assessor especial da Presidência) já foi à Venezuela conversar com o (presidente Nicolás) Maduro. Tem um referendo, que provavelmente vai dar o que o Maduro quer, porque é um chamamento ao povo para aumentar aquilo que ele entende que seja o território dele", disse Lula.


Por Redação, com ABr - de Dubai

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou neste domingo, em Dubai, que tem tentado reduzir a tensão entre a Venezuela e a Guiana, diante do aumento na tensão acerca do território de Essequibo, em disputa entre os dois países no norte do subcontinente desde o século XIX. A área, que corresponde a cerca de 70% do território do antigo protetorado britânico, é rica em petróleo e gás natural.

lula-maduro1.jpg
Lula tem conversado com o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, sobre a questão com a Guiana


— Conversei por telefone com o presidente da Guiana duas vezes. O Celso (Amorim, assessor especial da Presidência) já foi à Venezuela conversar com o (presidente Nicolás) Maduro. Tem um referendo, que provavelmente vai dar o que o Maduro quer, porque é um chamamento ao povo para aumentar aquilo que ele entende que seja o território dele. E ele não acata o acordo que o Brasil já acatou — disse Lula ao deixar o hotel em que ficou hospedado durante a COP28 antes de embarcar para Berlim.

 

Disposição


Ainda segundo Lula, “se tem uma coisa que a América do Sul não está precisando agora é confusão”.

— Se tem uma coisa que precisamos para crescer e melhorar a vida do nosso povo é a gente baixar o facho, trabalhar com muita disposição de melhorar a vida do povo e não ficar pensando em briga. Não ficar inventando história. Espero que o bom senso prevaleça do lado da Venezuela e do lado da Guiana. Vamos ver no que vai dar — resumiu.

Edição digital

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias. Ao continuar navegando você concorda com nossa política de privacidade.

Concordo