China emite diretrizes preliminares para padronizar setor de IA

Arquivado em:
Publicado Quarta, 17 de Janeiro de 2024 às 12:51, por: CdB

A minuta propõe a formação de mais de 50 padrões nacionais e setoriais para IA até 2026. Também afirma que a China pretende participar da formação de mais de 20 padrões internacionais para IA até 2026.


Por Redação, com Reuters - de Pequim


O Ministério da Indústria da China emitiu nesta quarta-feira um esboço de diretrizes para padronizar o setor de inteligência artificial (IA), segundo um comunicado publicado no site do ministério.




chinainteligencia.jpeg
No ano passado, Pequim estava trabalhando ativamente na elaboração de regulamentações para IA

A minuta propõe a formação de mais de 50 padrões nacionais e setoriais para IA até 2026. Também afirma que a China pretende participar da formação de mais de 20 padrões internacionais para IA até 2026.


Isso ocorre em um momento em que a China está tentando alcançar os Estados Unidos no desenvolvimento de IA, depois que a empresa norte-americana OpenAI chocou o mundo com seu chatbot seminal ChatGPT no final de 2022.



Regulamentações para IA


No ano passado, Pequim estava trabalhando ativamente na elaboração de regulamentações para IA, incluindo um regime de licenciamento para produtos semelhantes ao ChatGPT no país.


As diretrizes preliminares têm como objetivo "aproveitar as oportunidades iniciais do desenvolvimento do setor de IA", disse o ministério.


O ministério também disse que 60% desses padrões devem ser destinados a atender "tecnologias-chave gerais e projetos de desenvolvimento de aplicativos".


Além disso, o objetivo é que mais de mil empresas adotem e defendam esses novos padrões.




Edição digital

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias. Ao continuar navegando você concorda com nossa política de privacidade.

Concordo